quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

POR QUE DEUS NÃO SE MANIFESTA?


Por que deus não de manifesta?
Enéias Teles Borges


O pano de fundo deste texto é a postagem "por que Deus não cura os amputados?" do blogue "a arte de ter razão". São vários os arrazoados em volta desse assunto. Efetivamente é curioso que todo milagre de cura é subjetivo, isto é, não há como se afirmar, peremptoriamente, que houve o milagre. Possivelmente por isso a pergunta "por que deus não cura os amputados?" ficará sem resposta. Sem resposta? Sim, sem resposta plausível. É claro que serão recusadas respostas evasivas. Dizer que "não é possível entender os desígnios divinos" não é resposta para se levar a sério no contexto em que essa postagem está inserida.

Só para exemplificar como a questão dos milagres pode estar alicerçada sobre a areia da subjetividade e da falácia eu chamo a atenção para uma vinheta da Rede Record de televisão. Na vinheta, tendo ao fundo linda paisagem, o locutor pergunta: "você acredita em deus?" e ele mesmo responde: "então você acredita em milagres". Que tipo de milagre é esse? A cura de amputados é que não é!

Fecho o texto externando o seu propósito: por que deus não se manifesta? Por que ele não acaba com a dúvida? Por que, sendo um deus pessoal e pai amoroso, não aparece para dizer: "chega de dúvida, especulação, interpretação! Estou aqui e sou assim!

Não seria tão simples? Não seria uma expressão, no mínimo, de caridade? Não seria uma forma de evitar milênios de perguntas sem respostas ou milênios repletos de respostas obtusas?

É claro que os partidários da "fé cega e da faca amolada" têm um rosário de respostas, mas em nenhuma delas haverá uma prova de que deus cura os amputados.
-

3 comentários:

Carlos H. Barth disse...

Uma das respostas que já ouvi a esse questionamento diz que Deus quer que tenhamos fé nele e, se ele aparecesse, não precisaríamos de fé.

Isso não passa de uma evidência do modo de pensar risível que se aplica no dogmatismo religioso, visto que explica tudo sem explicar nada. É só o que se pode fazer com relação ao Divino.

A arte de ter razão disse...

O discurso típico de quem defende a existência de Deus é blá blá blá, que como o Carlos disse, não responde nada.

Deus não existe e ponto final.

O tolo diz em seu coração: Deus existe.

Cleiton Heredia disse...

Pois é Carlos,

Risível e constrangedoramente ilógico, pois Deus dota o homem com razão para depois pedir que ele abdique dela em nome da fé.

Como é possível?

Textos Relacionados

Related Posts with Thumbnails