terça-feira, 18 de julho de 2017

Reflexões com dor

Engana-se quem pensa que o não religioso vive fora do mundo reflexivo. O não crente talvez tenha a alma mais melancolicamente poética, por não enxergar na vida uma origem transcendental. Posso afirmar, pois estive lá e agora estou aqui. Olho para você e me pergunto: de onde ele pensa que veio e para onde ele pensa estar indo? Quando eu ouço ou leio as “respostas enlatadas” minha reflexão aumenta. Quanta tristeza essa, de ver a maioria seguindo o pensamento dominante, imposto pela tradição secular. Existe alguma solução razoável para o futuro da humanidade? Quando vislumbro a acomodação do pensamento de mais de 90% da população eu paro, olho, penso e me entristeço...

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Seria bom se você estivesse com a razão...

Até que seria interessante. Você certo e eu errado. Imagine uma vida eterna, num paraíso, com tudo de bom. Quem não quer? Eu quero. Mas, para tristeza geral, você está errado e eu estou certo. Por que eu estou certo? Porque eu olho em volta e vejo. Olho mais adiante e vejo. Olho para bem longe e vejo. Uso os olhos da Tecnologia e enxergo o mundo inteiro e por isso eu vejo. Olho para o alto e vejo. Olho as imagens dos astrônomos e vejo. Leio a História Universal e vejo. Seja lá o que for que se apresente diante de mim, eu olho, analiso e vejo. Vejo um mundo à deriva, vejo a possibilidade de calamidades naturais, hoje ou amanhã ou depois de amanhã. Um meteoro pode cair, um grande terremoto pode devastar, o sol pode se expandir, os homens podem brigar e arrasar a terra. No meu pensamento eu vejo a realidade que é cruel. Eu queria participar do seu sonho para tentar entender a sua crença. Sua crença que veio pela tradição ou pelo medo ou pela esperança, mas que nunca passará de uma crença. Então não adianta me odiar pelo que digo. Detestar-me por meu exprimir. Não sou o autor de nada! Sou apenas um microscópico ser que hoje está aqui e amanhã não mais, assim como você.

quinta-feira, 23 de março de 2017

A indústria da mediocridade...

A indústria da mediocridade é muito rica e tende a se enriquecer ainda mais. Não interessa à mídia dominante, aos políticos e aos religiosos profissionais, um povo plenamente educado, culto e que pense. Por isso eu desconfio de um futuro próximo que seja promissor. Carecemos de um milagre que nos faça sair da mesmice na qual os poderosos ficam mais poderosos e os indefesos à mercê dos sobejos dos que mandam.

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

A óbvia sobrevivência do mais forte...

Quem disse que as Guerras são ruins? Quando analisadas pelo ponto de vista exclusivamente de preservação da vida humana, ela é odiosa. Pelo ponto de vista de sobrevivência da espécie, não é. Imaginemos como seria o mundo, caso nunca tivesse ocorrido guerra? O ser humano teria sobrevivido ou teria se consumido em epidemias decorrentes da imensa população? Na realidade o mais forte sempre haverá de sobreviver, simplesmente porque tem a força dominante. Se o aumento populacional fugir do controle natural, os homens mais fortes darão um jeito. Ou por guerra bélica ou por guerra biológica.

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

TRUMP PROMETEU, TRUMP ESTÁ CUMPRINDO...

Pelo que se pode notar, os norte-americanos vão se dar bem com Trump. Desta maneira: os Estados unidos “somente” para o povo norte-americano. Olhando aqui do Brasil eu diria, como brasileiro, que se lá morasse eu não votaria nele. Mas o que eu faria se tivesse nascido lá? Possivelmente eu olharia meu entorno e escolheria o que fosse melhor para mim. O que mais gosto nele é a coerência demonstrada até aqui. Não temos dito que o prometido em campanha deve ser cumprido? Ao que tudo indica ele já conta com 49% da simpatia do povo. Quanto mais ele faz guerra contra o mundo, mais conquista os locais. Queria ver a cara dos estrangeiros que estão recebendo chutes no traseiro e que votaram nele...

Brasileiro acostumou-se com o gosto de sangue

Quem se lembra, ainda, da tragédia envolvendo o time da Chapecoense? Quem se lembra dos últimos ataques terroristas na Europa? Quem liga para mortes na Síria, Iraque e outros países em conflito? Quem se preocupa com as mortes violentas de ontem no Brasil? Ainda se fala em Teori Zavascki? O Brasileiro acostumou-se como gosto de sangue: sangue novo. O de hoje é o de Marisa Letícia. Amanhã este sangue estará envelhecido e os vampiros tupiniquins vão buscar novos fatos sanguinolentos. Tornamo-nos uma Nação Vampiresca. 

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

A Terra Plana e a Volta de Cristo

Muitos acreditam na literalidade da Bíblia. Em tudo! Criação, alimentação, homossexualismo, escravidão, massacres, submissão feminina, sacrifício de animais e do Filho de Deus, Graça e muito mais. Acreditam, inclusive, que a Terra é plana. Alegam, também, que a Volta de Cristo prova que essa “teoria” é verdadeira. Não é dito que todo olho o verá? Para que todos possam ver, em todos os cantos do mundo, a terra, necessariamente precisa ser plana.


Podem estar errados (creio assim!), mas pelo menos têm coerência. Detesto aqueles que só se prendem ao lado literal quando compensa.

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Tudo muda rápido...

Postar no blog sempre foi um grande prazer. Era um trabalho diário. Separava alguns momentos para atualizar e responder comentários. Meus amigos também tinham blogs. Nossa rotina era frequentar vários, comentar, responder  e ler de novo... Saudades! As redes sociais tomaram conta e os blogs estão por aí, com atualizações raras. Minha última foi em março e agora esta, bem saudosista...

domingo, 20 de março de 2016

Cuba aos poucos recobra a humildade...

Dizer que Cuba está humilde é força de expressão. O regime socialista cubano finalmente acordou para a realidade. Por onde passou, este tipo de regime que desvirtuou o sentido do termo "socialismo", transformou o país para pior. Cuba, Venezuela, Bolívia, Argentina, Brasil... Não tem jeito. Por onde passa, estraga. Eis que Obama estará hoje em Cuba. Com isso mais uma amostra de como a democracia capitalista, que não é perfeita, ainda é o que há de menos ruim. Tomara que Cuba retome seu lugar de Glórias no mundo. Que o Brasil, por fim, enxergue que o PT e seus asseclas queriam transformar o Brasil num entulho de lixo com mais de 8 milhões de quilômetros quadrados. Seja bem-vinda, Cuba do povo!

terça-feira, 15 de março de 2016

Sobre o PT e a tal Elite Branca



Como era de se esperar os defensores da atual situação, levaram o golpe no domingo, mas já assimilaram. Era óbvio que o PT se assustaria num primeiro momento e iria buscar “pelo em ovo” para justificar a presença do povo nas ruas do Brasil. Não demorou. Apegou-se a apenas um instituto de pesquisa que era conveniente, para dizer que na Paulista (único lugar que convinha) a maioria era de brancos ricos. Fala da tal Elite Branca. Coisa de partido miúdo. Da escória que se apossou do Poder.

Vejamos: quantos negros fazem parte da Elite do PT? Quantos negros estão presos em razão da Lava Jato? Quantos negros estão sendo investigados e julgados pela Justiça Federal? Voltemos no tempo: quantos negros foram condenados no Mensalão?

A liderança do PT não vale o que come e o que expele. Ela usa dados fora de contexto e não assume o óbvio. O PT de ontem é a Elite Branca de hoje. Com todos os seus defeitos, mas sem qualquer virtude que a real Elite possui.

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Mundo humano, mundo louco...

O ser humano, que é racional, olha o mundo com seus olhos, que são diferentes dos olhos dos irracionais. Por ter noção da vida e da morte, por dimensionar o que é efêmero e o que é eterno, sofre. Sofre muito. Ou sofre ou se aliena. Ou sofre ou põe todas as esperanças numa crença. Qualquer crença, de preferência aquela que coadune com o seu gosto mais íntimo.

Tendo assimilado sua crença, trabalha sua mente para que o seu acreditar seja reflexo da sua verdade. 

Assim, neste humano mundo louco, muitos conseguem viver em paz. Têm a convicção de que sua crença é a verdade. Se é a verdade, por que sofrer?

É como se muitos vivessem num mundo real e sofressem e muitos vivessem num mundo com futuro utópico e não sofressem.

Por isso eu entendo que a crença deve ser incentivada. Em geral ela faz bem ao que crê. Não é mesmo?

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

E o paraíso?

Como eu gostaria de estar no paraíso. Com minha família. Com meus amigos. Com pessoas de bem. O paraíso é o sonho dos que moram nesta terra que caminha em passos certeiros rumo à desolação.

Quem não quer o paraíso? Quem?

Tenho outro desejo: que o querer o paraíso coadune com o existir o paraíso...

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

A tristeza nossa de cada dia...

Não apenas porque assistimos à derrocada humana, acúmulo de gente e de miséria, concentração de riqueza que outorga a poucos centenas de vezes mais do que realmente necessitam para viver bem.

Não apenas porque sabemos da finitude da nossa vida, da vida curta dos nossos queridos...

A tristeza nossa de cada dia reside no fato de que nascemos e imediatamente começamos a morrer.

É triste notar que um recém nascido, no momento em que vê a a luz, começa a fazer uma contagem regressiva para a morte.

A tristeza nossa de cada dia nos mostra que cada dia morremos um pouco.

Por que então não nos entregamos mais à amizade sem interesse? À ajuda ao que necessita?

Não somos obrigados a ser felizes e não seremos. Podemos, sem dúvida, minorar a nossa dor.

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Os limpos de coração

Tenho especial admiração pelas pessoas que fazem o que é certo simplesmente por isso: o certo é certo e ponto final. São seres que não estão acumulando pontos numa olimpíada rumo a um paraíso ou qualquer lugar que o valha. São pessoas puras. Parece-me que nascem puras.

Tive a oportunidade de conhecer pessoas assim. Algumas são religiosas e outras não. Isso que me deixou encantado. Tive uma professora, ateia, que era uma dessas almas pias. Um dia, não aguentando, perguntei-lhe a razão de tanto esmero. Tanta dedicação. Tanto empenho em educar. Tamanho cuidado em me ajudar na minha monografia, do meu inacabado mestrado.

Pois bem: a resposta foi interessante: você é ser humano. Gosto de ajudar as pessoas. Sinto prazer nisso. A resposta foi simples assim.

Conheço pessoas, de diferentes denominações, que são de alma limpa, de aspecto cristalino. Pessoas da paz. São os limpos de coração.

Nunca discuti, na minha vida, a existência ou inexistência do Cristo Histórico. Não me atenho à questão da divindade. Sou agnóstico e isso responde muita coisa. Creio, porém, que tal homem sábio existiu. Não sei se muitas palavras foram ditas por ele ou colocaram palavras de efeito em sua boca. Concordo com a frase. Os limpos de coração permitem que ainda exista algo de bom neste cruel planeta.

Não me importa muito, se Cristo disse ou se alguém falou por ele ou se muitos colocaram a frase na boca dele. Creio, sem a menor dúvida, que as pessoas limpas de coração são bem-aventuradas. Não é maravilhoso saber que existem pessoas assim, num mundo tão corrompido?

Tais pessoas já receberam, em vida, a recompensa. Viver de forma altruísta permite a paz tão necessária para uma vida digna. Somente quem tem disposição para viver pelos outros, sem esperar recompensa, é virtuoso o bastante para ser chamado de bem-aventurado, um ser de limpo coração. Se tal indivíduo vai ver Deus ou não é questão para quem acredita ou deixa de acreditar. A pureza de coração já é o grande prêmio em si mesmo.

Eu queria ser assim. Simplesmente ter mais interesse nos outros do que, de forma instintiva ou não, pensar mais em mim, apesar de que muitas vezes não pareça para quem está me vendo à distância. Quando vim para São Paulo e aqui cheguei em 1979 estava movido por um sentimento assim. Esperei ansiosamente para cursar a Faculdade de Teologia. Os anos se passaram e descobri que os limpos de coração não residem apenas nas academias e lugares distintos. Estão em lugares mil. Muitas vezes nos locais mais improváveis. Não podemos confundir titulações de mestre, padre, pastor, apóstolo, ancião, diácono, rabinos e afins, com pureza de coração. Muitas vezes é a proximidade da luz que promove a cegueira.

Pessoas limpas de coração são raríssimas. Poucas entre bilhões de homens e mulheres. Sou um homem de sorte. Conheço algumas almas puras assim.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Decepção: amigos se recusam a ver o óbvio...

Ela se sentiu obrigada a dizer para seus amigos que tinha visto seu pai e a sua mãe colocando os presentes de Natal. Logo: Papai Noel não existia.

Os amigos se enfureceram. Ela insistiu: façam como eu. Finjam que estão dormindo e verão o que eu vi.

Os amigos disseram: você está errada! Papai Noel existe sim. Não precisamos acordar para ver isso. Sabemos que ele existe e ponto final!

A prova que ele existe são os presentes que ganhamos todos os anos. Ele é carinhoso e passa o ano inteirinho fazendo coisas para nós. Não precisamos ver. Sabemos que ele existe.

Ela desistiu e pensou: quem quer acreditar sempre vai achar um motivo para crer e fugirá da realidade.

Não tem jeito...

Enéias Teles Borges

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Decepção: Papai Noel não existe..

Ela bem que desconfiava. Com 5 anos de idade achava tudo meio estranho. Mas ganhava presentes e gostava disso. Até que um dia resolveu fingir que dormia e ficou olhando tudo. Viu quando seu pai e sua mãe colocaram os presentes. Entendeu o que acontecia.

Ali descobriu que Papai Noel era uma linda brincadeira de criança. Era tudo maravilhoso. Um Bom Velhinho que trabalhava o ano inteiro fazendo coisas boas para todas as crianças do mundo.

Agora sabia que ele não existia.

Assimilou bem. Hora de crescer. Por mais alguns anos fingiria que acreditava. Seria bom para todos.

O que importava mesmo era o cuidado do pai e da mãe. Mesmo fingindo que existia tal ser de imensa bondade.

Ficou um resquício de decepção: Papai Noel não existia, nunca existiu. Coisas da tradição...

Quando resolvemos crescer, observar e questionar, descobrimos que muita coisa não é verdade.

Mas há coisas boas: a vida e a família. Dispensar a ilusão encarando a realidade não é tão ruim assim...

Enéias Teles Borges

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

A vida como ela é...


Penso que o ateu, por descrer em divindades, simplesmente assumiu o que para ele é a realidade. Se não existe divindade e vida eterna, por que ele teria que se portar diferente? Imagine o que temos visto por aí. Os grande avanços da ciência, inclusive na medicina, devem-se aos ateus.

Conheço ateus que se preocupam com o ser humano e a preservação da espécie. Não dependem de fé e esperança para que avancem em suas pesquisas.

Países muito evoluídos e repletos de descrentes possuem os maiores índices de respeito humano e equilíbrio social.

Como o ateu não acredita na existência de vida futura ele NÃO É FÚTIL. Ele apenas tenta fazer desta curta vida na terra um pouco melhor para si e para os demais.

Quero ver os religiosos sem esperança. O que fariam pelo próximo?

Fato inquestionável: o ateu está mais preparado para uma realidade finita do que o religioso. Isso é óbvio.

Não podemos, jamais, confundir ESPERANÇA com VERDADE. Os religiosos transformam desejos em realidades fervorosas e estranham quando o ateu simplesmente aceita a vida como ela é...

Enéias Teles Borges

sábado, 6 de dezembro de 2014

Já questionou hoje?

Quem questionar as ditas "verdades absolutas" saberá que existe apenas uma única verdade acerca da Origem. Notem que estou dizendo A VERDADE e não UMA VERDADE.

Tal verdade, como tenho me expressado aqui, é inacessível ao homem hoje, assim como foi no passado. A confusão que se faz entre verdade e crença (ou hipótese) é absurda. O medo de abrir mão de conceitos arraigados ou da bitola que é imposta desde a mais tenra idade, são fatores que impedem o homem de se despir e aceitar o mundo real. Hipóteses e crenças não expressam a verdade. Quando muito retratam experimentos ou exercícios de fé. 

Chega-se ao ponto de um pequeno grupo se arvorar a detentor de tal verdade.

Questione. Não tenha medo.

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Qual rumo? Existe rumo?

As pessoas levantam, atuam e depois deitam de novo. O que diferencia uma das outras? Possivelmente a esperança de melhorar suas vidas efêmeras na terra. Alguns querem ter dinheiro. Outros querem glória e a maioria quer apenas viver com dignidade. No fim das contas poucos param para pensar que a passageira vida que temos está em permanente contagem regressiva. Desde o nosso nascimento nós caminhamos na direção da morte.

Qual o nosso verdadeiro rumo? Existe rumo? Podemos considerar uma vida, que se estende por menos de 100 anos, algo tão especial?

Aqueles que acreditam na vida após esta vida, alimentam-se de uma esperança que varia de um tradição para outra tradição.

Os que são existencialistas já sabem que nossa pífia vida nos leva do nada a lugar nenhum.

Simplesmente nascemos, vivemos e morremos.

Para os demais: nascemos, vivemos e temos esperança de viver de novo.

Como esperança é uma coisa e a verdade é outra eu pergunto: Qual o rumo? Existe rumo?

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Não tenha medo...

Não tenha medo. Questione. Não se prenda às tradições, sem as comparar com as outras tradições.
Não caia no falso conto de que você estava na hora certa e no lugar certo...

Nós precisamos ser mais inteligentes do que tudo isso que nos incutiram na mente...

Questione, não tenha medo...

Não tenha medo. A verdade não vai mudar, com medo ou sem medo. Então por que simplesmente não questionar e chegar à verdade? À verdade sua, não aquela que foi "imposta por herança cultural"...

Lembre-se: a verdade é simplesmente a verdade. Não é, necessariamente, o que queremos que ela seja.

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Em busca de Deus? Um deus qualquer?

Quando o ser humano se depara com a realidade e não foge dela, pensa no natural: que seria boa a existência de um ser protetor. Sentiria felicidade diante de uma verdadeira história do Super Pai. Em busca de Deus? De um deus qualquer? Na realidade o homem quer paz. Qualquer coisa que o tire das atrocidades da vida violenta e curta que lhe é destinada.

Um lugar de paz eterna seria muito bom. Principalmente se fosse de verdade...

Enéias Teles Borges

sábado, 16 de agosto de 2014

Sem alegria, sem magia...

Não é tão difícil entender o motivo da falta de alegria, do surgimento da tristeza. Acaba-se a magia, vai-se a alegria. A magia está presente quando a cumplicidade é força motriz. A dedicação e a confiança se mostram nas pequenas coisas. Quando todos acreditam em todos. Quando ninguém disputa com ninguém. Quando todos puxam a corda na mesma direção.

Sem a alegria e sem a magia a solidão passa a ser única companhia aceitável.

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Igreja Universal do Reino de Deus e o seu Templo...



Entendo que ela usa a fé como mercadoria. Faz com perfeição. Mescla pentecostalismo com a história bíblica. Criou um templo que diz ser réplica do de Salomão. Na Universal Jesus é o caminho e ela é o pedágio. Quanto a isso não há dúvida.

Por outro lado não existe qualquer denominação com poder para criticá-la. Mesmo porque muitas gostariam de estar no lugar dela. Crescer como ela cresce e faturar como ela fatura.

Até as igrejas tradicionais, que arvoram ser portadoras da “verdade verdadeira”, possuem coerência suficiente para criticar.

Não existe na Terra qualquer Denominação quer mereça credibilidade. Cada uma tem o seu “Calcanhar de Aquiles”.

Diga sim à crença. Diga não às denominações. Todas são prostituídas. Não existe uma que pode se arvorar à condição de confiável. 

Enéias Teles Borges

Textos Relacionados

Related Posts with Thumbnails