domingo, 10 de outubro de 2010

O tempo é um predador?

Podemos afirmar que o tempo é um predador voraz, que nos espreita, que nos acompanha, que aniquila a nossa vida, fazendo-a desvanecer? O lapso que existe entre o nascimento e a morte, que nos vê crescer, amadurecer e envelhecer, pode ser chamado de passagem destruidora do tempo?

O tempo é visto como um agente destruidor, que nada perdoa, que conduz da força à fraqueza, do fulgor à velhice, da saúde para o sofrimento de dores... O tempo, em seu jornadear, traz alento ou tristeza? Como definir o tempo sem a influência da finitude humana? O tempo é eterno ou houve "um momento" em que não houve tempo? Haverá "algum instante" em que não haverá o tempo? Existe tempo fora do tempo humano, fora do Universo que supomos ver?

O tempo simplesmente vem e vai, passa pelas vidas, ou dirige-se mais além transformando tudo? O tempo modifica ou simplesmente faz medição?

O tempo para muitos permite o surgimento. Para outros o tempo é criatura, como tudo o que existe no mundo tangível (tempo tangível?). O tempo mede, o tempo cria, ou foi criado? Quanta complexidade! Complexidade ou complicação criada pelo homem?

Não importa o quanto se discuta sobre o tema, pois para os jovens o tempo será o agente envelhecedor, para o belo será o agente que liquida com a formosura. Para tantos o tempo é o predador implacável, que a todos alcançará e a todos destruirá.

Não afirmo que o tempo construiu e construirá, digo que ele passou e passará pela minha vida e, no mínimo, presenciou e presenciará a pequena linha que o meu viver representou e representará neste planeta de bilhões de seres que já se foram e dos bilhões que certamente irão...

Digo apenas isso.

Enéias Teles Borges - Autor

Postagem original: 13/11/2009
-

6 comentários:

Cleiton Heredia disse...

Para o tempo deixar de avançar basta entrar numa espaçonave e acelerar até a velocidade da luz. Nestas condições o tempo inexiste. Porém, não será algo muito agradável de se vivenciar, pois sua massa tenderá ao infinito e toda matéria se transformará em pura energia. Na verdade, você juntamente com sua nave se transformariam num buraco negro, atraindo para si tudo o que há no Universo. Tudo se fundiria em um estado conhecido por singularidade, onde não há tempo nem espaço reais. Um preço deveras muito alto para se alcançar a eternidade.

Gresder Sil disse...

Nunca ouve um Tempo que não teve o tempo, porem todo tempo só tem sentido no movimento, se ouve um tempo que não teve movimento neste tempo também não existiu o Tempo.

A arte de ter razão disse...

O Cleiton viajou na maionese à velocidade da luz. (rs)

O Gresder está correto. Sem movimento, não existe o tempo.

Ebenézer disse...

Tempo é algo que me falta sempre, inclusive para refletir melhor sobre a questão do tempo e da falta dele...

O MURAL: pensamentos e divagações, ideias enfim. disse...

belíssimo texto! poético!
andina bem que achei tempo para dar uma olhada no seu blog.
A BENGALA DO TEMPO É MAIS PODEROSA QUE A CLAVA DE HERCULES.

Laeticia disse...

"O tempo é um predador que nos espreita." Cap. Spock. Parece que alguém andou assistindo Star Trek rsrs Enfim, acredito mesmo que o tempo seja o tal predador.

Textos Relacionados

Related Posts with Thumbnails