terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Vida extraterrestre - I

Vida Extraterrestre
Enéias Teles Borges


Vida fora da terra tem sido especulada pela ciência faz longo tempo. Para os religiosos, de uma maneira geral, existe vida fora da terra. Vida imaculada, sem os efeitos do pecado. Para os cientistas é tudo diferente. Investigam e buscam qualquer forma de vida.

O interessante é pensar que as convicções massacram-se: caso seja confirmado o que é crido pelos criacionistas a ciência sucumbirá em muitos pontos. No caso de descoberta vida extraterrestre, de uma forma que divirja das convicções criacionistas, o castelo de muitos crentes ruirá para sempre - a menos que a religião seja repensada.

Paira no ar uma notícia que talvez não seja do agrado de muitos (segue logo abaixo).

Chance de encontrar extraterrestres é maior do que nunca, diz astrônomo britânico
Pallab Ghosh

As chances de se descobrir vida fora da Terra são maiores do que nunca, segundo afirma Martin Rees, o principal astrônomo britânico e presidente da Royal Society, a academia de ciências da Grã-Bretanha.

A Royal Society organiza a partir desta segunda-feira em Londres uma conferência com pesquisadores de várias partes do mundo para discutir as perspectivas de se encontrar formas de vida extraterrestres.

Segundo Rees, que em 1995 foi agraciado com o título de Astrônomo Real, uma descoberta como essa poderia representar um momento de mudança para a humanidade, alterando nossa visão de nós mesmos e de nosso lugar no cosmos.

Cientistas de todo mundo vêm analisando sinais do espaço em busca de emissões de ondas sonoras feitas por seres inteligentes fora da Terra, mas tudo o que conseguiram captar até hoje foi estática.

Avanços

Para Rees, porém, o avanço tecnológico torna maior do que nunca a possibilidade de que essa busca se mostre frutífera.

“A tecnologia avançou tanto que pela primeira vez nós podemos realmente ter a esperança realista de detectar planetas não maiores do que a Terra orbitando outras estrelas”, diz Rees.

“Poderemos saber se eles têm continentes e oceanos, descobrir que tipo de atmosfera têm. Apesar de ser um longo passo para sermos capaz de descobrir sobre qualquer forma de vida nesses planetas, é um progresso tremendo ser capaz de ter algum tipo de imagem de outro planeta, semelhante à Terra, orbitando outra estrela”, observa.

Segundo ele, o envio ao espaço de telescópios capazes de detectar planetas semelhantes à Terra no entorno de estrelas distantes agora torna possível concentrar mais os esforços de busca.

“Se encontrássemos vida, mesmo a forma mais simples de vida, em outros lugares, isso seria claramente uma das maiores descobertas do século 21”, diz Rees.

“Desconfio que pode haver vida e inteligência lá fora em formas que não podemos imaginar. E poderia, claro, haver formas de inteligência aquém da capacidade humana, mais avançada do que somos avançados em relação a um chimpanzé”, afirma.

-

3 comentários:

Patrícia_search disse...

Jesus disse que a casa do Pai tem muitas moradas. Quem tem ouvidos para ouvir, ouça o que o Espírito diz as igrejas.
Antes de vc me considerar uma fanática religiosa,gostaria de registrar que um cronista da Folha afirmou anteontem que dá aulas para alunos que se dizem extraterrestres e se passam como humanos para observar os seres humanos para ajudá-los em sua evolução.
Ele se intitula ateu, fala mal da religião e da fé, sobre uma perspectiva " nietzschiana".
A fé independe da religião.Não é o meu papel convencê-lo da existência de um criador ou de um Salvador.
Mas perceba que os nossos sentidos são muito limitados. O ateísmo está circunscrito a uma concepção de vida e de homem submetida ao que os olhos do corpo observam, experimentam e assimilam.Como o personagem do mito da caverna. Percebo que todos os intelectuais, professores universitários,médicos, ou advogados se professam ateus,isso é natural, pois as coisas da ciência se opõem as coisas da fé. Só peço a vc que não subestime a visão teológica dos que crêem.

Digi-Alchemist disse...

Particulamente, não acredito em vida extraterrestre (pois o ET de Varginha, chupa-cabras, "sinais" nas plantações etc., podem ser montagem/invencionice dos EUA/CIA/CFR/Tavistock Institute, ou fraudes caseiras), apesar de acreditar em anjos etc..

Como disse Patrícia, os sentidos humanos são limitados (o próprio ser humano é limitado) e, portanto, incapazes de captar a realidade espiritual que nos cerca. É mais ou menos como tentar assistir aos canais de TV por assinatura (codificados?) sem ter nenhum decodificador ou box, mas só por ligar a parabólica na TV.

Este mundo é 3D (porque todos os objetos aqui tem largura, altura e profundidade), o que significa que é possível se mover em três direções (três pares de sentidos: para frente/trás, para direita/esquerda e para cima/baixo), ou que temos 3 graus de liberdade. É possível que uns outros seres (se é que existem, pois nunca consegui enxergá-los, pelo menos até agora) possam habitar outras "dimensões" (a viver em 4D, 6D etc), o que significam que poderiam se mover no tempo, até (isto é apenas especulação (e me parece, aliás, coisa de "nova-erense" ou "aquariano"), tal como a financeira, pois a gente nunca sabe ao certo).

No mais, é preciso ter paciência, pois, como dizem alguns, o tempo é o senhor da história.

Eduardo Medeiros disse...

Seria muito bom se realmente houver vida inteligente em algum lugar do universo. E seria interessante também que fosse seres tão extremamentes mais evoluídos e inteligentes do que somos, a ponto de nos considerar apenas um bando de simpáticos shinpanzés!

Textos Relacionados

Related Posts with Thumbnails