terça-feira, 4 de agosto de 2009

A oração e a medicina

Pai é condenado por rezar em vez de levar filha doente ao médico

Um júri no Estado americano de Wisconsin condenou um homem pela morte da filha doente de 11 anos, por ter rezado por sua cura em vez de buscar ajuda médica. A menina, Madelaine, morreu em março do ano passado, vítima de diabetes, em sua casa na zona rural de Wisconsin, cercada de pessoas que rezavam por sua recuperação. No julgamento, neste sábado, o pai, Dale Neumann, 47 anos, disse que acreditava que Deus poderia curar sua filha.

Neumann, que chegou a estudar para ser ministro pentecostal, disse ao júri que, caso chamasse ajuda médica para a filha, "estaria colocando o médico à frente de Deus".Somente quando Madelaine parou de respirar a família chamou uma ambulância.A mulher de Neumann, Leilani, já foi condenada pelo mesmo crime.

Segundo o correspondente da BBC em Washington, Jon Donnison, o casal poderá pegar pena de até 25 anos de prisão quando sua sentença for divulgada, em outubro.

Fonte: [Universo Online].

Nota: A cultura religiosa, quando mal implementada, pode promover este tipo de monstruosidade. Quando buscar auxílio médico? Quando recorrer a alguma divindade? Muitos amalucados certamente verão na notícia acima a "intromissão do estado em circunscrição eclesiástica". Aliás o que bem existe é isso mesmo: malucos da fé criando sequelas em inocentes. Lamentável!

Enéias Teles Borges

2 comentários:

Cleiton Heredia disse...

Torço para que a condenação seja pesada e exemplar.

Tenho certeza que se a doença fosse no pai ou na mãe, eles já teriam tido algum tipo de "visão divina" onde Deus lhes orientaria a procurar um médico urgente.

Mas como foi com a pobre menina indefesa e dependente de seus pais crentes cretinos...

Micha disse...

Quando li a notícia não pude deixar de me perguntar: onde este mundo vai parar???

Textos Relacionados

Related Posts with Thumbnails