quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

O Glorioso de General Severiano

Quando tive noção dos fatos eu já era botafoguense. Lembro-me que logo após a Copa do Mundo de 1970 no México, comecei a me interessar por Futebol. Em 1971, na cidade de Vitória da Conquista – Bahia (não é minha terra natal), eu me lembro de vizinhos que torciam pelo Flamengo, Fluminense e Vasco. Os botafoguenses me conquistaram. Eram mais simpáticos! Com nove anos de idade eu já torcia e sofria pelo Botafogo.

Somente em 1989, muito tempo depois, é que pude ver meu time ser campeão.

Um dia ainda farei uma crônica ou algo similar para contar minha história torcendo por este time maravilhoso. Por hora falo apenas deste momento novo e mágico. Desde que o Botafogo firmou contrato para administrar o Estádio João Avelelange, vulgo Engenhão, sinto-me renovado. Tínhamos o Caio Martins, treinos em Marechal Hermes e a ressurreição de General Severiano. Mas faltava o nosso lugar de espetáculo.

E mais: desde que o Emil Pinheiro e Montenegro passaram pelo fogão e agora sob a gestão do Bebeto, o Botafogo FR tem sido motivo de orgulho para todos nós.

Casa nova (Engenhão) espírito novo. Vamos Botafogo! Continue escrevendo a sua história. Continuaremos a sorrir, chorar (...) e sobretudo permanecer sempre ao seu lado.

Até faço questão de mudar o início do nosso hino: “... campeão desde 1907 (não é mais 1910)”.

Que 2008 resgate a nossa alegria e nos faça suportar o sofrimento tido em 2007. Vimos escapar o Campeonato Carioca e também a Copa do Brasil. E não foi por culpa nossa...

Ao Botafogo e sua torcida: Felicidades!
=====
Imagem: foto do estádio Engenhão. Do sítio Globo.com

2 comentários:

Ebenézer disse...

O botafogo está entre os 13 times mais azarados do mundo.

O que você acha disso?

Segue o link: Argentinos: Bota é um dos 13 mais azarados

CONVICTOS OU ALIENADOS? disse...

Eu já tinha lido...

Textos Relacionados

Related Posts with Thumbnails