domingo, 7 de agosto de 2011

O leproso e o ateu

Nos antigos tempos bíblicos os leprosos eram mantidos fora do arraial. Todos deles. Medo de contrair a temida doença.

Nos tempos atuais os ateus são tratados como leprosos. Todos se afastam deles, como se fossem doentes.

Nos tempos antigos era importante evitar o leproso porque havia real possibilidade de contrair a doença. O povo temia a doença, mas não odiava os leprosos.

Nos tempos atuais o criacionista se afasta do ateu por medo e por preconceito. O povo religioso teme o ateísmo e odeia os ateus.

Importante saber que ateísmo não é doença. E mais: fica muito feio para o povo que se diz de fé e paz odiar quem pensa de forma divergente.

O sonho do criacionista, em sua maioria, é o de pisar no ateu, como se este fosse um pequeno ser humano...
 
Enéias Teles Borges

2 comentários:

A.Porto disse...

Os ateus não são odiados, apenas
não são levados á sério.
E esta indiferença tem deixado
eles loucos.
Até já se elegeram a última minoria.
Até surgir a próxima minoria, é claro.

CONVICTOS OU ALIENADOS? disse...

Existem milhões de loucos no mundo. Quantos são ateus?

Textos Relacionados

Related Posts with Thumbnails