terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Moléstias e remédios...

Parece que 2011 está me chamando para visitas sistemáticas às farmácias. Nem bem o ano começou e eu precisei me dirigir ao cardiologista. Sou hipertenso! Depois de uma bateria de exames eu me vi obrigado a dobrar a dosagem do remédio para controle da pressão arterial e ainda houve o acréscimo de mais um medicamento. Tenho ido, desde então, de Besilato de Amlodipino e de Losartana.

Não fico só nisso: Domperidona para esofagite, Omeprazol para úlcera duodenal. Pensam que acabou? Ando com muitas dores lombares, no pescoço e agora uma torção no pulso. Eis que tenho tomado, às vezes, Cloridrato de Ciclobenzabrina e Ibuprofeno. E o fígado? Para ele tenho usado Metionina.

Não tomo por conta própria. Tudo por indicação (receita médica).

Ufa!

Parece-me que logo mais terei condições de mudar de ramo de atividade. Serei farmacêutico! Estou muito bom em fórmulas e uso de remédios.

Brincadeiras à parte eu entrei em 2011 da mesma maneira como terminei 2010. Cansado e sem descanso. Haveria de pipocar e pipocou em alguns lugares. Incômodos e mais incômodos...

Espero que dias melhores venham e eu precise apenas conviver com o inevitável: remédio para controle da pressão arterial. Pressão alta é de berço, não posso me aventurar sem me cuidar.

Fora isso eu digo: vida que segue...

Enéias Teles Borges

4 comentários:

Cleiton Heredia disse...

Meu amigo, estou preocupado com você. O médico não te recomendou atividade física moderada?

Conheço casos de pessoas com sérios problemas de pressão alta que dependiam de um monte de remédios, mas que após adotarem o hábito de caminhar diariamente e fazerem uma verdadeira reforma alimentar, diminuiram os remédios, e alguns até não precisaram mais deles.

Diminuir o ritmo de trabalho também ajuda.

Estimo melhoras.

Um abraço.

Ebenézer disse...

Enéias,

Quanto remédio! Tente sair dessa.

Por enquanto meus únicos remédios são: exercícios (corrida) e, às vezes, cápsulas de alho.

Estou buscando uma alimentação mais balanceada.

Vamos correr!!!!

Francisco A. de Azevedo disse...

Oi Enéias!

Saudações Cristãs!

Li a sua experiência com médicos e remédios, não sei se é o seu caso, contudo achei por bem te dizer algumas palavras.

Primeiro é que eu tive uns problemas de contrariedade, e contrariedade ao meu ver pode matar.

Nas reuniões da Igreja estava sempre ouvindo algumas afirmações que me comoviam as entranhas. Certa vez ouvi um pregador dizer que orar o Pai Nosso era vã repetição... nesta feita tive que ir ao médico e pedir um calmante.. Depois de mais algumas contrariedades parecidas como por exemplo ouvir a frase - "Nós temos a verdade absoluta".

Tive ainda outras contrariedades por ser bem informado e querer passar isto para as pessoas.

Depois de sofrer um bocado tive a certeza que continuar naquele meio e ouvindo aquelas ousadas afirmações estava me fazendo mal.

Isto me levou a ter conversa franca com o Pastor e Diretor do Grupo, pois queriam controlar o que eu poderia ler(indiretas).

Então certa manhã me veio uma clareza muito grande de que deveria me afastar daquele ambiente, pois estava sendo hostilizado, demonizado e assediado espiritualmente.

Ouvia muitas indiretas por explicar como entendia certos assuntos e por não concordar em tudo, com os religiosos de plantão, que se achavam donos da verdade.

Pedi meu desligamento em 2008 e estou bem melhor.

Te digo, se freqüentas um ambiente que te contraria e passas por isto que passei, te afastes enquanto é tempo. Talvez possa ser isto; dê uma analisada no que ocorre, preste atenção no seu emocional, nas suas reações orgânicas quando estás no meio ouvindo e dialogando com estas pessoas.

Pelo que li em seu blog estudas muito e és bem informado; tem opiniões próprias muito fortes, não se deixa seqüestrar na sua subjetividade.

Peço-lhe que abra dois links do meu blog para uma lida:

1 - QUANDO A RELIGIÃO CAUSA UM TRAUMA PSICOLÓGICO NA ALMA -http://www.multiplusfidelidade.com.br/

2 - Meu pedido de desligamento da IASD - Veja os comentários postados..
http://cristaoslivres-francisco.blogspot.com/2010/09/meu-pedido-de-desligamento-da-iasd_6116.html

Esta é minha experiência, me desculpe se não tiver nada a ver com seu caso.

Cordialmente,

Seu irmão Cristão

Alberto
http://cristaoslivres-francisco.blogspot.com/

CONVICTOS OU ALIENADOS? disse...

Francisco,

Você tem razão. Aos poucos fui me afastando e hoje só vou quando sinto saudades de amigos leais.

Abraços.

Textos Relacionados

Related Posts with Thumbnails