sábado, 10 de dezembro de 2011

O ateu, a fé e a obra

O ateu estava observando o religioso que orava diariamente pedindo a deus uma bênção. O que ele queria? Dinheiro! O religioso fervoroso orou durante, dias, semanas, meses e anos e deus não lhe concedeu a bênção: dinheiro! O que fez o religioso? Entrou num banco e promoveu um grande assalto. Agora ele tinha dinheiro, mas não tinha paz. O que fez? Orou a deus pedindo perdão e por fim disse: "deus não me deu dinheiro, mas me deu o perdão. Afinal o que seria da fé (oração) sem as obras (assalto ao banco)?"


O ateu continuou observando o religioso e aprendeu que nos contextos da fé cega e da faca amolada é mais fácil perdoar o pecado do que conceder a bênção...

Enéias Teles Borges
Postagem original: 24/08/2009

5 comentários:

Cleiton Heredia disse...

Mas depois que Deus o perdoou, o ladrão devolveu todo o dinheiro devidamente corrigido para o banco e se entregou a polícia para receber a pena que a sociedade exige?

Altamirando Macedo disse...

Não é atoa que a Bíblia ainda é o livro mais lido. Virou bandido, vira crente.Eles acham que, além de serem perdoados por seus crimes hediondos, os produtos destes, são imediatamente legalizados.Alguns se julgam indultados e cometem crimes em nome de Deus. A estes a sociedade se curva.

Altamirando Macedo disse...

É, mas há aqueles que se julgam idultados e cometem vários tipos de crimes hediondos em nome de Deus.
Não é atoa que a Bíblia é o livro mais lido atualmente. Basta ser preso para virar crente. É um lenitivo, o indivíduo comete um crime, é preso, pede perdão a Deus,põe uma Bíblia debaixo do braço e se sente o guardião de todas as virtudes.

Micha disse...

" Afinal o que seria da fé (oração) sem as obras (assalto ao banco)?"

Considero o sarcasmo uma arte!

Post muito divertido e que faz a gente refletir!
=D

leandro pires de souza disse...

nuuuuunca, mas nunca mesmo na bíblia está escrito, que após o perdão dado por Deus o produto de um crime se torna legalizado, desculpe-me Altamirando Macedo, mas você está redondamente equivocado, pois posso citar um exemplo bastante conhecido a fim de esclarecimento; todos conhece a história de zaqueu, cobrador corrupto de impostos que após uma visita de Jesus disse que iria devolver quaduplicadamente (me corrijam se a palavra estiver escrito errado) o produto de seus crimes.

é lamentável mas infelizmente acredito que possa acontecer o que o amigo Enéas relatou no post, mas no caso o erro foi do "cristão" que interpretou erroneamente as ecrituras.

acredito na recuperação de qualquer ser humano, acho que o pensamento: uma vez bandido sempre bandido é uma tremenda IDIOTICE e que não melhora em nada a situação, pois se no Brasil não há pena de morte, deve haver uma recuperação da pessoa que praticou o crime, e muitas vezes essa recuperação vem a partir da igreja e/ou da religião.

Textos Relacionados

Related Posts with Thumbnails